Não julgue o livro pela capa (do filme)!

Se tem uma coisa que me irrita, e muito, quando vou à livraria - e eu AMO livrarias - é encontrar as capas dos livros com aqueles posters dos filmes baseados neles. É um golpe de marketing bem bolado para quem quer lucrar com a venda dos livros após as estreias dos filmes, mas infelizmente quase sempre o filme é um retrato piorado do livro em que foi baseado, com alguma exceção em que o filme ficou até bom - não comparando com o livro, é claro - como O Senhor dos Anéis e Orgulho e Preconceito em que os filmes ficaram bons, porém ainda é sugerido que se leia os livros. Além disso o julgamento de quem apenas viu o filme, em relação ao livro, muitas vezes é deturpado só pela imagem do filme que está ali, e a pessoa que o ler vai fazer comparações desnecessárias entre os dois. Não se pode comparar o livro ao filme, as histórias vão ser diferentes, e muitos deles totalmente modificados. 

Lembro de sete capas que eu vi nas livrarias, que foram retiradas dos filmes para ilustrar os livros. Quatro delas vergonhosas, uma nem tanto, e duas exceções.

Um Dia é um livro muito recente e o filme do ano passado. Não li o livro, só assisti ao filme, que eu achei bom, mas não tem nada de mais. A capa original é bem minimalista, o que pode influenciar ao leitor de uma maneira positiva, já que não diz muito sobre a história, então ele terá que ler para descobrir. O problema da outra capa é que, simplesmente, é o poster do filme; não modificaram sequer o mínimo. Além de estar escrito que originou o filme com tal ator e atriz. Desculpem, eu tenho um certo preconceito quanto a isso.

Novamente a beleza e simplicidade da capa foram ofuscadas. Eu só assisti ao filme Água Para Elefantes - que é muito bom -, mas posso dizer que a história é muito mais do que unicamente o romance entre Jacob e Marlena, como sugere a capa baseada no filme. Muitas vezes uma cena (no caso um homem entrando pela tenda do circo) já diz muito sem a imagem estar poluída visualmente. E lá vem o meu preconceito com frases que mais falam do filme que do livro...

Acho que não há muitas explicações para essa vergonha alheia que é a capa do filme, né? Primeiro que esse filme de 2011 (há outros dois anteriores) ficou péssimo, ruim; uma difamação ao livro do Alexandre Dumas. Não li o livro ainda, mas o tenho aqui em casa na edição de 2010, que é parecida com a primeira acima, e da editora Zahar também. Todas as edições com suas capas diferentes são muito, muito melhores do que essa pobreza aí em cima. Dá pra ver mais aqui no Skoob.

Desta vez eu apenas li o livro. Essa primeira capa é de uma edição antiga de 1980, pelo que sei. Esse livro também possuí muitas outras edições com diferentes capas (mais no Skoob). Em 2009 foi lançado o filme de O Retrato de Dorian Gray e resolveram difamar a imagem do livro com essa capa horrorosa. Não tenho nada contra o Ben Barnes, no entanto, só de ter visto o trailer e algumas fotos do filme, deu pra perceber que ele não tem NADA A VER com o livro, que é espetacular! Excelente mesmo. Quem foi atrás do filme para ter uma ideia do que falava o livro deve ter dado com a cara na parede, literalmente.

Meu livro favorito da Jane Austen. Como os dois anteriores, por ser um livro antigo é de se supor que existam várias edições de diversas editoras. Uma das minhas edições e capas preferidas é essa pocket da L&PM. Novamente, por ser simples e sem muita informação visual, ela tem um charme único. Eu não acho essa capa do filme feia, pelo contrário, mas ela não funciona como capa de livro; não sei explicar o motivo ao certo. E já aviso que tenho outro preconceito: com edições bilíngues. Se eu quero ler a versão original eu compro ela sozinha, ué!

As exceções

Depois de tantas capas feias e estranhas, alguma coisa boa tinha que aparecer, não é? Essas duas edições de O Senhor dos Anéis - que é um dos meus livros favoritos, vocês devem saber hehe - foram lançadas no mesmo ano do primeiro filme, 2001, pela Martins Fontes. Eu prefiro a capa que é o Gandalf, mas a que mostra os Argonath não está devendo em nada. Ela não parece ser um poster; ela tem seus traços e cores bonitas, e ouso dizer, muito parecidas com a da primeira capa. Aqui no Skoob só mostram mais três edições diferentes dessas acima (duas ali, de 2004 e 2001, que são umas abominações. Arg!). E também há as edições separadas, essas sim possuem várias edições com capas diferentes e muito belas. Vale procurar.

Posso dizer que essa foi um efeito contrário. A capa original (desculpem a má qualidade da imagem, não achei melhor) não tem o brilho da capa que saiu após o filme de 2005. Acho que a edição com a capa do filme mostra mais drama, mais beleza e esconde mistério, e o livro foca isso. Eu sei que muitas pessoas tem preconceito com o filme por ele ser produzido por americanos, porque é falado em inglês, porque a maioria dos atores, e principalmente atrizes, são chineses e não japoneses... Mas eu, sinceramente, considero o filme, em relação a enredo e produção, ótimo; a adaptação da história ficou muito boa. E essa capa captou o que é a história, por isso eu prefiro ela.

Mais algumas sugestões de capas de livros bonitas? Se vocês souberem mais edições com as capas dos filmes adaptados sugiram aí nos comentários. ^.^




Bons Sonhos

5 comentários

  1. oooi linda, parabéns por esse blog lindo, que eu amei, eu não conhecia, agora que conheci,vou sempre está por aqui, pois amei tudo aqui, o layout é super foofo, suas postagens são mt boas, percebi que criatividade não falta a você né?! não mesmo, todo aqui é lindo demais.. Parabéns mais uma vez linda, por se dedicar ao máximo para seus leitores, vou seguir aqui :D
    Da uma passadinha lá no meu blog, se gostar, segue por favor ;*

    Beijos

    http://meeninamulheer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. ai guria, eu também fico meio chateada com isso. Marketing do demo! :///

    ResponderExcluir
  3. Eu simplesmente DE-TES-TO quando mudam a capa do livro por causa da adaptação cinematográfica, tanto que, quando sei que vão lançar um filme de algum livro que ainda desejo comprar eu corro logo para comprá-lo, porque depois é simplesmente impossível encontrar a capa original. O fato de eu não gostar nem é por colocar a prova a qualidade da adaptação cinematográfica nem nada (que como você disse na maioria das vezes é inferior e poucas vezes é tão brilhante quanto ou melhor), mas sim porque eu acho que a capa do filme e do livro expressam coisas diferentes, portanto, não devem ser iguais! Uma remete a imaginação que a literatura traz da essência do livro, a outra a fotografia do filme.
    Eu não compro livros que possuem a capa do poster do filme, salvo excessões para quando o poster é muitíssimo bonito e expressa a essência do livro, e para mim, não pode mostrar tão claramente os autores.
    As suas duas excessões também são duas que me agradam. {:

    ResponderExcluir
  4. Estou pra fazer esse meme há um tempo. Acho que o farei ainda hoje. Enfim.
    Mas sabe que eu fiquei muito, muito irritada com o que fizeram com a obra prima de Oscar Wilde. "O retrato de Dorian Gray" é um dos livros mais perscrutadores e interessantes que já li, e o filme ficou uma negação perto do livro (acrescentaram até mesmo personagens inexistentes, alteraram completamente tudo e deixaram o livro apenas como fundo, fora que Ben Barnes nada tem a ver com o Dorian descrito no livro, mas enfim).
    Não costumo gostar de livros com capas de filmes. "Memórias de uma gueixa" realmente é uma bela exceção, mas não consigo me lembrar de nenhum outro.

    Gostei do seu blog. Ainda não conhecia aqui. Bem bonito. *-*
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Eu também tenho um sério problema com essas capas de filmes (a minha capa de Um Dia é a original yay!), prefiro muito mais capas pensadas e criadas com base unicamente no livro, levando isso em consideração, é honroso lembrar que a Rocco é uma das poucas editoras que não entrou nessa onda de capas de filmes, e olha que ela poderia ter se aproveitado e muito com os filmes do Harry Potter e mais recentemente de Jogos Vorazes, ainda bem que não foram por esse caminho, hehe.

    Também concordo com suas exceções, acho a capa das Argonath linda demais e essa capa de Memórias de uma Gueixa baseada no filme bate de 10 a zero à capa anterior.

    Adorei o post Ju! ^^

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário \o/
Responderei assim que for possível ;)